sábado, 21 de janeiro de 2017

Resenha Paixão Sustenida -Reencontros

Título:Paixão Sustenida-Reencontros
Autora:Sinéia Rangel
Comprar: Amazon


Leitura finalizada!

Depois de ter lido os dois primeiros livros dessa trilogia, Paixão Sustenida, enfim pude concluir o último volume também.
 Trilogia envolvente que já nos conquistam nos primeiros capítulos. É cada capítulo é lindo, pois cada um deles já começa com um trecho de músicas, e isso é algo que gosto muito.
Nos livros anteriores( já falei do primeiro aqui), já conhecemos o casal João Pedro e Hannah.Eles são apaixonados por música, se conhecem desde pequenos e também são apaixonados um pelo e outro e este amor foi crescendo conforme o tempo foi passando.Mas como nem tudo pode ser perfeito, eles também terão seus problemas, os quais não são poucos, e o pior, o ciúme que um sente pelo outro.
No decorrer deste terceiro volume, a gente pode acompanhar o amadurecimento do casal, segredos foram revelados e às vezes eu me emocionei muito que tinha até vontade de chorar pelo sofrimento que as circunstâncias da vida faziam com  neles.
Indico toda a trilogia para quem ama romances e acredita que o amor tudo vence e que todo nós merecemos uma segunda chance. Confesso que teve horas que se eu estivesse no lugar do João Pedro, eu não perdoaria a Hannah pelo que ela fez, pois fiquei com muita raiva dela, muito mesmo.Mas como a própria autora mesmo disse, eles não são um casal nada normal e então tudo pode acontecer.
O João é um fofo, lindo e deixou de ser mulherengo por amor. Ele se tornou um dos meus personagens favoritos.

O que gostei do livro é que ele toca em diversos assuntos como bebida, ciúmes, amizade e família, sem querer dar uma lição de moral no leitor. Apenas relata os fatos ocorridos em nosso cotidiano.


Os livros desta trilogia são:

•Paixão Sustenida-A primeira vez.
•Paixão Sustenida-Desencontros
•Paixão Sustenida -Reencontros

O seguindo será lançado a partir de fevereiro na Amazon

"


"O pior já passou e agora podemos respirar novamente / Eu quero te abraçar forte e roubar minha dor / Há muito o que aprender / E ninguém para lutar / Eu quero te abraçar forte e roubar sua dor."










Um comentário: